Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

Você sabe o que é o reteste de cilindros do GNV?

De acordo com a norma ABNT NBR ISO 9809-1, todo cilindro de alta pressão precisa ser verificado segundo as normas de fabricação. No caso específico dos cilindros para uso de GNV (Gás Natural Veicular) utilizados todos os veículos com esse tipo de combustível no Brasil, o reteste deve ser realizado de 5 em 5 anos. Mas o que vem a ser o Reteste? Essa e demais perguntas vão ser respondidas com esse conteúdo da Mecânica Beto.

Afinal, o que é Reteste?

O Reteste é um conjunto de verificações realizadas no cilindro, com o objetivo de verificar sua capacidade de armazenamento e segurança. Os itens verificados durante o reteste são diversos, dentre os quais se encontram a rosca do cilindro, a integridade do corpo de cilindro e prova hidráulica (quando o cilindro é submetido a uma pressão 50 % maior em relação àquela utilizada no abastecimento de GNV).

O objetivo maior do reteste é garantir a segurança veicular, visando evitar a utilização de um cilindro que se encontre em más condições de uso. Durante o processo, é avaliada a integridade do corpo do cilindro e verificado a real capacidade volumétrica do equipamento, e no caso de reprovado, o cilindro é inutilizado e precisa ser substituído, e no caso de aprovado no processo de requalificação, recebe um selo de qualidade, atestando sua condição adequada para utilização.

LEIA TAMBÉM: GNV: VOCÊ SABE COMO É ABASTECIDO?

Por que fazer o reteste do GNV?

O objetivo do reteste é inspecionar se um cilindro GNV está apto a armazenar o Gás Natural Veicular de acordo com a NBR 12274 (Norma Brasileira 12274/2010). O reteste é um procedimento obrigatório e deve ser realizado em caso de reprovação do cilindro durante a vistoria anual, ou em casos de vencimento da validade fornecida por fábrica ou por um reteste anterior.

Quando fazer seu reteste?

A requalificação de cilindros GNV, deve ser realizada a cada 5 anos, conforme a data do último reteste (indicada no selo e na marcação fixada na cúpula do cilindro) e em casos de reprovação do cilindro durante a vistoria anual. Para realização do reteste, o proprietário do veículo movido a GNV deve-se dirigir a uma oficina convertedora homologada pelo Inmetro e solicitar que a oficina remova o cilindro e o envie para uma empresa de reteste.

Também, em casos de veículos que possuam cilindro e se envolveram em acidentes ou qualquer intercorrência que possa vir a danificar o equipamento, recomenda-se que se faça o reteste a qualquer momento. O reteste do cilindro também é um item obrigatório para a regularização de automóveis que utilizam GNV como combustível. Se o cilindro estiver com a data de requalificação vencida, o veículo não será aprovado, podendo acarretar apreensão e multa. 

O reteste do cilindro também é um item obrigatório para a regularização de automóveis que utilizam GNV como combustível. Se o cilindro estiver com a data de requalificação vencida, o veículo não será aprovado, podendo acarretar apreensão e multa. E lembre-se: a inspeção e os ensaios de reteste em cilindros devem ser realizados somente por profissionais qualificados, de modo que fique garantido, que os cilindros estão dentro dos limites permitidos para serem reutilizados com segurança.

Conte com a Mecânica Beto para realizar a instalação e manutenção do seu kit GNV, com qualidade, segurança e agilidade. Entre em contato e saiba mais!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Iniciar chat
Fale com um atendente!
Que bom que está aqui!
Me conte como posso te ajudar.